WeCreativez WhatsApp Support
Fale com nosso atendimento via WhatsApp
Opa, como posso ajudar? 😉
29.3 C
Limeira
20/06/2024

Dia D arrecada mais de 450 kg em doações – Portal do Município de Piracicaba

- Publicidade -spot_imgspot_img
-Publicidade -spot_imgspot_img


Andréa Almeida, presidente do Fussp, recebendo as arrecadações

A Prefeitura de Piracicaba, por meio do Fundo Social de Solidariedade (Fussp), promoveu no sábado, dia 25/05, o Dia D da Campanha do Agasalho. A ação aconteceu no Centro Cívico — prédio da Prefeitura — em sistema drive-thru e arrecadou 454 kg em itens de inverno.

De acordo com Andréa Almeida, presidente do Fussp, o resultado foi satisfatório. “Mesmo com o tempo mais frio e chuvoso, a população piracicabana reservou um horário para fazer o bem. Recebemos roupas para crianças e adultos, sapatos, acessórios e muitas unidades de mantas e cobertores. Os itens de inverno vieram organizados e em ótimo estado, ou seja, tudo muito caprichado. Toda a equipe do Fussp está muito orgulhosa e agradece o empenho de cada cidadão e cidadã nesse projeto”, disse.

Segundo Cássia Del Tio, a ação arrecadou mantas, cobertores, roupas de adultos e crianças, sapatos, meias, entre outros itens de inverno. “Todos os itens serão encaminhados para triagem e, depois disso, faremos a doação para as famílias em situação de vulnerabilidade social e pessoas em situação de rua, acompanhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), e outros serviços da assistência social. Agora que as temperaturas já começaram a cair, essa população já vem buscando esse atendimento”, explicou.

Em Piracicaba, a Campanha do Agasalho 2024 foi lançada em 29/04 e segue até final do mês de julho. O Centro Cívico segue como um dos pontos fixos de arrecadação de peças até o final da campanha. A equipe da Central de Projetos também recolhe as arrecadações por meio do telefone (19) 3422-9677, ou pelo WhatsApp (19) 99184-7822. 

A cabeleireira aposentada Deusanira de Fátima Xavier Pedro Souza tem o hábito de doar e, desta vez, levou dois edredons e um cobertor. “Sempre fiz doações para a Campanha do Agasalho em Osasco, onde morava. Me mudei para Piracicaba há 4 anos e continuo contribuindo para a causa todos os anos. Acho importante levar itens em bom estado, mesmo que usados, para dar um alento às pessoas que não têm condição de comprar essas peças de inverno. É importante partilhar o que temos, pois cada item doado faz uma grande diferença”, disse. 

Deusanira de Fátima Xavier Pedro Souza ao lado do marido João Jacinto de Souza

A professora Mariana Carla de Moura Valentim ficou sabendo da Campanha do Agasalho pelo rádio. “Meus pais e eu já havíamos separado algumas roupas e calçados em bom estado que não estavam sendo usados, e aproveitamos o Dia D para fazermos a doação. Minha família contribui sempre que pode para a causa, em prol da população em situação de vulnerabilidade. Muitas vezes, deixamos itens acumulando em casa, mas se estão em bom estado, podem ser utilizados por outras pessoas”, ressaltou.

Para ela, é sempre importante verificar quais peças de roupa estão paradas no guarda-roupa. “Com o frio se intensificando, vemos a importância e a necessidade de ajudar as pessoas que não têm condições de comprar agasalhos ou passaram por uma situação atípica, como as enchentes do Rio Grande do Sul. É gratificante saber que, com essa campanha, outras pessoas estarão bem vestidas e aquecidas. É uma forma de acolher a quem precisa”, concluiu. 

Com o slogan Doe um Agasalho e Aqueça uma Vida, a Campanha do Agasalho 2024 integra a ação encabeçada pela EPTV Campinas e é realizada em diversas cidades da área de cobertura da emissora. 

A professora Mariana Valentim ficou sabendo da Campanha do Agasalho através do rádio e doou diversos itens



Informações PMP

- PUBLICIDADE -spot_imgspot_img
Veja também...
- Publicidade -spot_img
LOCAL
- Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descubra mais sobre Guia Limeira

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading