WeCreativez WhatsApp Support
Fale com nosso atendimento via WhatsApp
Opa, como posso ajudar? 😉
17.8 C
Limeira
21/06/2024

Fórum inédito em Limeira debate os caminhos da Saúde Mental

- Publicidade -spot_imgspot_img
-Publicidade -spot_imgspot_img







Fórum inédito em Limeira debate os caminhos da Saúde Mental

O prefeito Mario Botion e a vice-prefeita de Limeira, Erika Tank, participaram na manhã desta quarta-feira (15), no Teatro Nair Bello, da abertura do 1º Fórum de Saúde Mental de Limeira “Além dos Muros”. O evento, que vai até amanhã (16), promove palestras, debates e apresentações culturais sobre o tema. A Secretaria de Saúde, responsável pela organização do Fórum, informa que as inscrições já foram encerradas (todas as 300 vagas disponíveis foram preenchidas em 48 horas).

Também compuseram a mesa de abertura dos trabalhos, os secretários Vitor Santos (Saúde) e André De Francesco (Educação), a presidente do Ceprosom, Maria Aucélia Damaceno, o presidente da Câmara Municipal, Everton Ferreira, o responsável pela Diretoria Regional de Saúde (DRS-10) de Piracicaba, Moisés Taglietta, e o promotor de justiça Rafael Augusto Pressuto. A vereadora Lu Bogo também acompanhou a cerimônia.

Botion agradeceu a presença do público que lotou o Nair Bello, destacando a relevância das questões ligadas à Saúde Mental. “Este é mais um momento importante da nossa gestão e tenho certeza de que os dois dias de evento serão muito produtivos”, frisou o prefeito. Ele também falou sobre as ações para melhoria e ampliação da rede, como a reforma do antigo prédio do Ambulatório de Saúde Mental que abrigará o Caps 3. “Os trabalhos estão adiantados e posso afirmar que o Caps 3 já é realidade em Limeira.”

Contando sobre sua trajetória familiar –  os avós maternos fundaram o Asilo João Kühl Filho há mais de 1 século – Erika Tank relembrou que a instituição abrigava, além de idosos, pacientes da Saúde Mental. “Desde criança, aprendi a ter um olhar especial a essas pessoas”, disse. Ao relatar a atuação da Rede Elza Tank de Atendimento Integrado à Mulher em Situação de Violência, a vice-prefeita falou da necessidade de entrelaçamento desse trabalho com a Rede de Atenção Psicossocial (Raps), e ainda, destacou o empenho dos servidores desse setor. “Agradeço a todos os profissionais de Saúde Mental que, ao chamado da Rede Elza Tank, intervêm de forma muito ágil e acolhedora”, citou.

Vitor Santos fez uma breve apresentação de toda a Raps, que abrange o Consultório de Rua, o programa contraceptivo para mulheres em situação de rua/vulnerabilidade social, os Caps, o Centro de Especialização Municipal do Autista (Cema), a Farmácia de Saúde Mental, que foi descentralizada no ano passado, o Centro de Terapias Integradas e a Residência Terapêutica.

Inaugurada no fim do ano passado, a Residência Terapêutica é voltada à desinstitucionalização de pacientes que moravam em hospitais psiquiátricos da região. “Atualmente, esse serviço atende 12 pacientes que viviam encarcerados há décadas em instituições psiquiátricas”, frisou o secretário de Saúde.

Vitor Santos pontuou, ainda, a questão do consumo excessivo de medicamentos psicotrópicos. Segundo ele, aproximadamente um terço de todo o volume de medicamentos dispensados no município é da área de Saúde Mental. “Esse dado merece uma reflexão profunda da nossa parte, e é por esse motivo que, desde o início dessa gestão, elegemos a Saúde Mental para um trabalho de construção”, finalizou.

Marcaram presença no evento, o secretário de Comunicação Social, Sérgio Moreira, o assessor-executivo da Secretaria de Saúde, Alexandre Ferrari, a diretora de Atenção Secundária à Saúde, Andresa Barros, a chefe da Divisão de Especialidades, Mayra Araújo – que proferiu palestra sobre a estrutura de atendimento em Saúde Mental em Limeira – demais diretores da pasta, além de profissionais de Limeira e região das áreas de Saúde, Assistência Social e Educação, integrantes do sistema judiciário, usuários dos serviços, estudantes, entre outros.

 

Confira a programação desta quinta-feira (16):

 

8h – Credenciamento e coffee break 

8h30 – Apresentação cultural – Caps Infantojuvenil

8h45 – Palestra “Uso de substâncias: do prazer ao sofrimento, sob o viés da redução de danos”, com Andreza do Nascimento Almeida (Zazá). Com atuação na área de redução de danos, integra Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersex (ABGLT), a Rede Brasileira de Redução de Danos e Direitos Humanos (Reduc) e representa a Plataforma Brasileira de Política sobre Drogas no Conselho Estadual de Política Sobre Drogas de São Paulo. Faz parte da Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen).

10h – Palestra “Gênero e Diversidade – Ninguém é igual: respeito às diferenças”, com Rodrigo Presotto. Psicólogo do Ambulatório Transcender e do Centro de Convivência e Cooperação Tear das Artes de Campinas. Especialista em Saúde Mental, mestre em Saúde Coletiva (FCM/Unicamp), membro do Laboratório de Pesquisa Interfaces (FCM/Unicamp) e do Movimento da Luta Antimanicomial de Campinas 

11h15 – Mesa de discussão: “Afinal, o que é Atenção Psicossocial?”, com Ana Carolina Agapito. Terapeuta Ocupacional (UFSCar), é formada em Psicanálise Clínica pela Sociedade Brasileira de Psicanálise, especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial (Uniararas) e especialista em Intervenção com Pessoas em Situação de Rua (Fiocruz). Possui mestrado em Ensino em Ciências da Saúde (Unifesp). É militante da Luta Antimanicomial, com atuação técnica em Caps desde 2000, incluindo o Caps III de Santos. Na Prefeitura de Limeira, trabalhou no Caps AD e, atualmente, integra a equipe do Caps Infantojuvenil

12h – Almoço

13h45 – Apresentação cultural – Centro de Terapias Integradas

14h – Roda de conversa: “Ninguém vê o mundo como você vê”, com mediação de Stephanie Carolin Santos Almeida. Graduada em Psicologia (Ufscar), integra a Associação Brasileira de Psicologia Social e é militante do Fórum Limeirense de Luta Antimanicomial. Na Prefeitura de Limeira, trabalha como psicoterapeuta

Convidados:

– João Vitor dos Anjos: programador, ativista de movimentos sociais, entre eles, o Movimento de Luta Antimanicomial. É ex-usuário do Caps Infantojuvenil

– José Celetro da Silva: Artesão, carpinteiro e aposentado. Militante da Luta Antimanicomial e ativista de Direitos Humanos. É usuário do Caps AD

– Anésia Roque: Costureira, aposentada, é militante da Luta Antimanicomial. Participa do Grupo da Família do Caps AD

– Talita Cristina Ribeiro Costa: Psicóloga do Caps II, é sócia-proprietária da Clínica Acolher

15h – Palestra: “Saúde Mental e Cidadania”, com Leonardo Pinho. Graduado em Ciências Sociais, foi presidente da Central de Cooperativas Unisol Brasil, do Conselho Nacional de Direitos Humanos e da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme)

17h – Encerramento









Informações da PML

- PUBLICIDADE -spot_imgspot_img
Veja também...
- Publicidade -spot_img
LOCAL
- Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descubra mais sobre Guia Limeira

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading