30.8 C
Limeira
21/05/2024

Ícone paulistano, Sala São Paulo põe bandeira do movimento SP Por Todas no topo

- Publicidade -spot_imgspot_img
-Publicidade -spot_imgspot_img






Objetivo do movimento Governo do Estado é garantir ampla divulgação à rede de proteção, acolhimento e apoio às mulheres paulistas



O movimento SP Por Todas chega na Sala São Paulo

Desde o início da tarde desta quinta (28), o movimento SP Por Todas também está no topo de um dos cartões postais mais famosos da capital paulista. A Sala São Paulo, patrimônio histórico da maior metrópole do Brasil, levantou a bandeira do SP Por Todas na torre do icônico conjunto arquitetônico que também contempla a estação Júlio Prestes, na região da Luz.

Com quase cem anos de história, o edifício que abriga uma das mais importantes salas de espetáculos da América Latina se destaca no cenário paulistano pela arquitetura clássica e também pela torre do relógio. No topo da estrutura, a cúpula com mastro agora exibe o estandarte do SP Por Todas, que visa ampliar a visibilidade das políticas públicas viabilizadas pela gestão Tarcísio de Freitas para proteção, acolhimento e emancipação profissional e financeira das mulheres.

A Sala São Paulo é um dos cerca de 30 endereços tradicionais da capital que exibem os estandartes do SP Por Todas. O movimento também ganhou espaços no Palácio dos Bandeirantes, sedes das secretarias da administração estadual e o prédio da Associação Comercial de São Paulo, além de painéis em paradas de ônibus e relógios de rua.

SP Por Todas

SP Por Todas é um movimento promovido pelo Governo do Estado de São Paulo para ampliar a visibilidade das políticas públicas para mulheres, bem como a rede de proteção, acolhimento e autonomia profissional e financeira que viabiliza serviços exclusivos para elas.

Essas frentes estão nos pilares da gestão e incluem novas soluções lançadas em março de 2024. Um dos destaques é o auxílio-aluguel de R$ 500 para vítimas de violência doméstica. Também houve ampliação do monitoramento permanente de agressores com uso de tornozeleiras; o lançamento do aplicativo SPMulher Segura que conecta a polícia de forma direta e ágil caso o agressor se aproxime; e a criação de novas salas da Delegacia da Defesa da Mulher 24 horas.

O Governo do Estado ampliou linhas de crédito para elas e ampliou a entrega das Casas da Mulher Paulista, que oferecem serviços de apoio psicológico e capacitação profissional. A gestão paulista ainda implementou o protocolo Não Se Cale para acolhimento imediato e combate à importunação sexual em bares, restaurantes, casas de show e similares, formando equipes em um curso online oferecido gratuitamente aos profissionais do setor.

O último dia útil de março foi escolhido para o lançamento do movimento SP Por Todas justamente para simbolizar a perenidade de ações muito além das celebrações relacionadas ao Dia Internacional da Mulher.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap



Informações GOV.SP

- PUBLICIDADE -spot_imgspot_img
Veja também...
- Publicidade -spot_img
LOCAL
- Publicidade -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descubra mais sobre Guia Limeira

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading