Home Esporte Entidades esportivas assinam termo de fomento para 27 modalidades

Entidades esportivas assinam termo de fomento para 27 modalidades

190
0

As 13 entidades esportivas selecionadas por meio de chamamento público assinaram, na manhã de hoje (31), o quarto termo de fomento que regulamenta a disponibilização de recursos para a área do esporte em Limeira. Realizada na sala de reuniões do Gabinete, a cerimônia foi conduzida pelo prefeito Mario Botion e pelo secretário de Esporte e Lazer, Luiz Augusto Zanon, e reuniu dirigentes, técnicos e atletas vinculados às entidades.

Em 2020, serão disponibilizados R$ 2,7 milhões, que beneficiarão cerca de 4.300 crianças e adolescentes, em 27 modalidades. O chamamento público atende à legislação e ao marco regulatório, que organiza a distribuição dos recursos. O prefeito Mario Botion lembrou que, antes mesmo de assumir a gestão, tratou desse assunto com Zanon para que, logo em 2017, iniciasse o processo para colocar em prática o chamamento.

O chefe do Executivo também destacou que o chamamento permitiu a descentralização do esporte em Limeira, um dos pontos do plano de governo da atual administração. As 13 entidades atendem em 26 polos esportivos da cidade em diversas modalidades. “Por meio desse investimento e do trabalho das entidades, estamos dando oportunidade para que essas crianças e adolescentes se formem cidadãos, antes de tudo. O esporte muda a vida das pessoas”, afirmou.

Botion mencionou, ainda, os investimentos feitos nas áreas do esporte e da saúde, por meio do programa Limeira Ativa e Saudável. “Fizemos diversos avanços, com entregas e reformas, além de outras intervenções que acontecerão neste ano.” Ele também citou as ações de pertencimento, que somam mais de 60, em parceria com a comunidade, e as academias ao ar livre, 14 delas já implantadas no município e outras 13 que serão instaladas entre fevereiro e março em outros bairros.

O secretário de Esporte e Lazer, por sua vez, agradeceu o apoio do prefeito Mario Botion desde 2017. “Assim que assumimos, entendemos que era necessário mudar o conceito de surgimento de atletas e demos início a uma fábrica de atletas em Limeira, que está aqui, com o fortalecimento das entidades. Como esportista, estou muito contente. Isso é um marco para a cidade”, afirmou Zanon.

Presidente da Associação dos Nadadores Esportistas de Limeira (Anel), Rossano Jacon Chanquetti falou em nome das entidades e foi categórico: “sem o chamamento público, não existe natação em Limeira, com projetos que atendem 600 crianças, e com o objetivo de chegar a 1 mil crianças.” Ele enalteceu os investimentos do poder público no esporte. “Graças ao prefeito Mario Botion, ao secretário e à equipe da Prefeitura, conseguimos ter recursos para pagar professores, comprar uniformes e ir para competições”, observou.