Mercado de Natal atrai 5 mil pessoas e garante renda extra a...

Mercado de Natal atrai 5 mil pessoas e garante renda extra a entidades

58
0
COMPARTILHAR

Mais de 5 mil pessoas estiveram na última sexta (29) e sábado (30) nos jardins do Edifício Prada, para prestigiar a primeira edição do “Mercado de Natal” – uma feira com produtos confeccionados por instituições do terceiro setor do município, com inúmeras atrações culturais. O evento foi uma realização da Prefeitura de Limeira, por meio do Fundo Social, visando oferecer às entidades participantes uma fonte alternativa de renda neste fim de ano.

A primeira-dama e presidente do Fundo Social, Roberta Botion, agradeceu a adesão das entidades e falou sobre o sucesso da proposta. “É uma alegria muito grande concretizar esse projeto e poder ajudar as organizações. Nada melhor do que um evento como esse para coroar um ano repleto de ações voltadas à área social”, comentou.

Na sede da prefeitura, especialmente iluminada para a ocasião, foi montada uma grande estrutura, com palcos, área de alimentação e uma área coberta para que 20 entidades colocassem à venda diversos artigos, como enfeites natalinos, artesanato, objetos de madeira, toalhas de mesa, acessórios, entre outros.

A utilização dos jardins do Edifício Prada foi observada pela presidente do Nosso Lar, Rita Della Coletta, entidade que conseguiu arrecadar R$ 2.500 reais durante o evento. “O lugar é muito bonito, é um patrimônio histórico que precisamos valorizar. Foi uma ação positiva, apresentamos nosso trabalho para mais pessoas”, comentou. Ela, ainda, disse que irá propor a realização de uma nova edição, na véspera do Dia Das Mães.

Outro destaque do Mercado de Natal foi a programação cultural, que contou com bandas marciais da Apae e Aldeia Movimento Pró Cultura, coral natalino do Lar Uma Nova Esperança e Alicc e shows com artistas locais. A Escola de Samba da Terceira Idade e o grupo Downdance também contagiaram o público com ritmo e alegria.

Para Ângela Rita Motta de Paiva, voluntária do Centro de Referência Educacional e Nutricional (Cren), o Mercado de Natal foi uma boa oportunidade para que as próprias entidades trocassem experiência, fortalecendo vínculos. O Cren arrecadou R$ 1.800, com a venda de toalhinhas, panos de prato, bolsas, porta panetones e diversos outros artigos. “Minha sugestão é que no próximo ano o espaço de exposição seja ainda maior”, disse.

A população limeirense aprovou o evento. Segundo o gerente administrativo Marcelo José Marques, que compareceu ao Mercado de Natal com a família, a atividade foi uma forma de ajudar os projetos assistenciais, e ao mesmo tempo, incentivar a cultura limeirense. “É uma ação que vem de bom grado”, afirmou.

O prefeito Mario Botion, que acompanhou de perto os dois dias do Mercado de Natal, salientou a importância do Poder Público acolher as entidades que desenvolvem ações essenciais ao município e fez um balanço dos resultados alcançados. “Foi uma iniciativa do Fundo Social que permitiu às instituições mostrarem um pouco do trabalho realizado ao longo do ano. Oferecemos uma programação artística e musical maravilhosa, nos jardins de Edifício Prada. Foi uma festa para toda a família”, concluiu.

O deputado federal Miguel Lombardi, que esteve presente na abertura do evento, enfatizou que Limeira é uma cidade de referência nacional na política da assistência social. “É uma alegria imensa participar da abertura do Mercado de Natal, uma vitrine para a população conhecer o trabalho e os assistidos pelo terceiro setor”, afirmou.

As entidades participantes foram: Ainda, Alicc, Alpa, Aldeias Infantis, Apae, Aldeia Pró-Cultura, Aril, Asilo João Kühl Filho, Associação Conviver, Cantinho do Vovô, Cara, Casa Betânia, Cedeca, Cren, Dispensário Santa Isabel, Gpac, Lar Uma Nova Esperança, Nosso Lar, Núcleo Nova Vida e Recanto dos Idosos.

SEM COMENTÁRIOS