Evento discute depressão infantojuvenil

Evento discute depressão infantojuvenil

23
0
COMPARTILHAR

A “1ª Semana de Conscientização da Depressão Infantojuvenil”, promovida pela Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Saúde, teve prosseguimento nesta sexta-feira (11), com uma mesa redonda no auditório do Senac. O público presente, integrado por profissionais da área de saúde, educadores e universitários, assistiu a duas palestras relacionadas ao tema. A mediação ficou sob a responsabilidade da coordenadora do Ambulatório de Saúde Mental, Rachel Raphael dos Santos.
A primeira a falar foi a enfermeira do Ambulatório, Karina Davoli Schnoor, que também atua como coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera e é especialista nas áreas de “Gestão Pública” e “Enfermagem em Psiquiatria e Saúde Mental”. Com o tema “Conhecendo a depressão infantojuvenil: uma realidade presente no cotidiano”, Karina fez uma alerta, sobretudo aos professores, a respeito das mudanças de comportamento que podem ser indícios da depressão infanto juvenil. Dentre eles, ela citou o isolamento social, o sentimento de rejeição, a automutilação e os pensamentos suicidas. “Os educadores precisam ter um olhar mais sensível a essas alterações de conduta, que muitas vezes, são ignoradas”, frisou.
Na sequência, a psicóloga que também integra a equipe do Ambulatório de Saúde Mental, Elizabete de Miranda Gonçalves, fez uma explanação intitulada “Adolescente no mundo virtual”. A psicóloga advertiu sobre os riscos do uso da internet e da prática dos games.
A 1ª Semana de Conscientização da Depressão Infantojuvenil” termina na segunda-feira (14), com a “1ª Mostra de Artes Infantis do Ambulatório de Saúde Mental”, que apresenta desenhos e pinturas confeccionados por crianças e adolescentes assistidos pelo ambulatório. O endereço é Av. Ana Carolina de Barros Levi, 650, Centro.

SEM COMENTÁRIOS