Home Internet Condenado pela morte da filha, Nardoni deixa cadeia em “saidinha” do Dia...

Condenado pela morte da filha, Nardoni deixa cadeia em “saidinha” do Dia dos Pais

753
0

Condenado pela morte da filha Isabella, Alexandre Nardoni deixou a P2 de Trememb√© (SP) na manh√£ desta quinta (8) para a sa√≠da tempor√°ria de Dia dos Pais. No regime semiaberto desde o fim de abril, essa √© a primeira vez que Nardoni √© beneficiado com a “saidinha”.

O detento deixou a unidade em uma caminhonete branca com vidros escuros por volta 8h desta quinta-feira. Alexandre Nardoni entrou no veículo ainda dentro do presídio, enquanto os outros presos com o benefício saíram a pé da P2. A Mitsubishi L200 Triton está registrada no nome da empresa da família de Nardoni.

O n√ļmero de detentos com o benef√≠cio na P2 n√£o foi informado pela Secretaria da Administra√ß√£o Penitenci√°ria (SAP). Os presos da unidade devem retornar ao pres√≠dio at√© a pr√≥xima quarta (14).

Isabella Nardoni
Isabella Nardoni morreu em 2008 em SP

Isa

Alexandre Nardoni foi condenado a 30 anos de pris√£o pela morte da filha Isabella. Ele est√° preso na P2 de Trememb√© desde 2008. Ele obteve a progress√£o ao regime semiaberto em abril, ap√≥s a Justi√ßa considerar que ele tem bom comportamento na pris√£o. O detento pleiteava o regime mais brando desde setembro de 2018.

Tamb√©m condenada pelo crime, a esposa de Alexandre, Anna Carolina Jatob√°, est√° no regime semiaberto desde 2017. Nesta quinta-feira, ela deixou a Penitenci√°ria feminina Santa Maria Eufr√°sia Pelletier em Trememb√© (SP) √†s 8h02. Ela deixou o local acompanhada da advogada em um carro de luxo.

Tanto Alexandre, quanto Anna Carolina, sempre negaram ter matado a criança, na época do crime, com cinco anos. Isabella morreu em março de 2008 após cair da janela do apartamento do pai, em São Paulo.

A P2 de Tremembé é conhecida por abrigar presos de casos de grande repercussão. Cristian Cravinhos, condenado pela morte dos pais de Suzane Richthofen, e Lindemberg Fernandes, que matou a então namorada Eloá, cumprem pena no local.