Home Local Inédito em Limeira, Startup Weekend impulsiona modelo de negócio

Inédito em Limeira, Startup Weekend impulsiona modelo de negócio

301
0

Eles pertencem a diferentes tribos e vieram de vários lugares. Estiveram juntos durante três dias no Pátio Office (prédio empresarial do Pátio Limeira Shopping) para materializar o sonho criativo de criação de uma startup, modelo de negócio cada vez mais celebrado no Brasil e no Mundo. Foram cerca de 60 participantes que, reunidos em sete grupos, passaram a ser os protagonistas da Startup Weekend, um evento inédito em Limeira realizado a partir de uma parceria entre a Techstars Brasil e a Prefeitura de Limeira, além de apoiadores e patrocinadores. Entre os participantes, além de Limeira, estavam moradores de Araras, Rio Claro, Leme, Americana, Jundiaí, Pirassununga, Campinas e até Ouro Fino, entre outros.

“O saldo desse evento é excepcional. São talentos que formatam negócios e que podem se transformar em empreendedores”, comemora o prefeito Mario Botion, que esteve acompanhando os trabalhos das equipes no sábado. “Saímos desse evento bastante satisfeitos. É um avanço significativo no campo da inovação e do desenvolvimento”, afirma Tito Almirall, secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação. Para o secretário de Comunicação Social, Antonio Peres, o evento celebra o encontro da cidade com a nova economia, apoiada em modelos como as startups. “É um despertar fundamental para o ambiente de negócios e do empreendedorismo”, observa.

Os três primeiros colocados entre os grupos participantes receberam prêmios que incluem projetos para se tornarem incubados em uma empresa que atua com startups em Campinas. O grupo vencedor elaborou nos três dias um projeto de startup que estimulará por meio de aplicativo a coleta e reaproveitamento de lixo reciclável. O objetivo é atender a cadeia que vai do cidadão que dispensa o lixo, passa pelo coletor e chega nas cooperativas de recicláveis. “É um envolvimento que contempla todos os três atores da cadeia. O projeto tem uma forte conotação social e também ambiental”, explicam o bacharel em Química, Abner Godoi Marucho e a engenheira de biossistema, Adélia Motta.

Além dos dois que, respectivamente, são de Limeira e Ouro Fino (MG), integram o grupo vencedor, o engenheiro de alimentos, Márcio Araki (Americana), a estudante de gestão comercial Julia Gabriela (Limeira), o economista Carlos Francischetti (Limeira) e o estudante de Sistema de Informação, Caio Eduardo Chiari (Araras).

A equipe segundo colocada projetou uma startup denominada Preço Perto, que funcionará para incrementar as vendas do comércio físico de Limeira. Para tanto, está previsto um aplicativo para integrar o comerciante ao consumidor. Por meio de recursos tecnológicos, será possível a entrega do produto comercializado. O terceiro colocado apresentou um modelo de startup voltado para a área de saúde. Denominada de Saúde.Se, a proposta prevê um banco de dados integrado com prontuário de pacientes.

Os estudos e debates em torno da criação dos modelos de negócios ocorreram durante os três dias do evento. Foram 54 horas de criação. As equipes foram orientadas durante sessões de mentorias, profissionais que voluntariamente ajudaram a sanar dúvidas dos participantes. No domingo à tarde, houve ainda uma palestra de Franklin Ribeiro, diretor de Investimentos do Investe São Paulo, que atua no setor de startup. Ele ministrou palestra sobre busca e negociação com investidores sobre o negócio formatado.