Home Local Só 24% acompanham os trabalhos dos vereadores

Só 24% acompanham os trabalhos dos vereadores

277
0

Em entrevista coletiva, o presidente da Câmara, José Roberto Bernardo (PSD), Zé da Mix, apresentou dados de uma pesquisa sobre a percepção e o engajamento da população limeirense com relação ao funcionamento do Legislativo e informações sobre o plano de comunicação da Casa. O levantamento foi realizado em um trabalho conjunto dos departamentos de Comunicação e Consultoria Técnica Especializada da Casa.

O objetivo da pesquisa e do plano é entender como a população se relaciona com a Câmara e desenvolver medidas para aproximar o Legislativo e a comunidade. “Nosso objetivo é trazer as pessoas na Câmara Municipal e mostrar qual é o trabalho do vereador”, resumiu o presidente.

“Para isso, nos últimos dois anos desenvolvemos um plano de comunicação, e a pesquisa faz parte desse plano. Com esses dados, estamos desenvolvendo um trabalho, e já melhorou muito de uns tempos para cá, mas dá para melhorar ainda mais.”

Entre as principais metas para aproximar o Legislativo e a população, reforçou o presidente, ele destacou a transmissão ao vivo pela rádio e a campanha de comunicação nos jornais e nas rádios. “Estamos fazendo, dessa forma, que a informação chegue a toda a população de Limeira, e fazendo com que mais pessoas visitem a Câmara Municipal.”

A pesquisa

Os dados foram apresentados pelo secretário Legislativo, Hugo Nogueira Luz. Foram entrevistadas 352 pessoas entre os meses de abril e junho de 2018, o nível de confiança da pesquisa é de 90%. As perguntas estavam relacionadas ao interesse que a população tem em buscar informações sobre a Câmara, se participam das sessões ordinárias, se acompanham o trabalho dos vereadores e até mesmo se lembravam em quem votaram nas últimas eleições.

Quanto à participação nas sessões, 71,25% admitiram nunca ter participado; 14,25% declararam ter acompanhado pessoalmente, pelo menos uma vez; 8,35% já acompanharam pela TV; 4,18% acompanharam pela rádio e 1,97% afirma ter assistido pela internet.

De acordo com a pesquisa, 59,18% da população sabe onde está localizada a Câmara e 66,07% não sabe o que é uma sessão ordinária. Os departamentos buscaram saber, também, se a população fica sabendo sobre o que é debatido e votado nas sessões da Câmara. Dos entrevistados, 48,47% informou nunca ficar sabendo sobre os debates; outros 46,94% disse ficar sabendo de vez em quando e 3,83% afirmam que ficam sabendo sempre sobre as votações e debates das sessões.

Outro dado levantado é se os limeirenses acompanham o trabalho dos vereadores. Mais de 70% informou que não. Apenas 24,74% disse que faz o acompanhamento. Os entrevistados também foram questionados se lembravam em qual vereador havia votado na última eleição. 47,70% afirmou que se lembrava e 42,09% disse que não.

A pesquisa foi realizada através de uma parceria entre os departamentos de Comunicação e Consultoria Técnica da Casa. Funcionários da Câmara e estagiários foram usados para realizar o levantamento, percorrendo diversos pontos da cidade para ouvir a população.

Ações

Dentre as ações realizadas na Câmara para tentar aproximar a população do Legislativo, o secretário Hugo Nogueira Luz destacou a transmissão das sessões também pelo Facebook, a produção de matérias jornalísticas sobre os trabalhos realizados na Casa, os eventos realizados pela Escola Legislativa e a disponibilização do plenário da Câmara para a realização de eventos externos. “O objetivo é trazer a população para a Câmara, já que muitos não sabem nem onde ela fica, é fazer com que os cidadãos criem o hábito de vir”.

Ao todo foram 10.500 horas de eventos transmitidos pelo Youtube, com 69 mil visualizações. No Facebook, as transmissões começaram em abril de 2018 e totalizaram 137 horas de sessões exibidas, com 85 mil pessoas alcançadas. Já as publicações de matérias jornalísticas alcançaram mais de 394 mil pessoas.

Na Escola Legislativa Paulo Freire, o trabalho tem sido organizar estratégias e ações para aproximação da sociedade e do Legislativo, com foco na formação para cidadania e na educação política.  Por meio de parcerias com entidades como a Unicamp, Ceprosom, Secretaria de Educação, Diretoria de Ensino, OAB e entidades estudantis, são oferecidos cursos, palestras, debates e cine-debates, entre outras ações. Cerca de cinco mil pessoas foram alcançadas pelas ações da Escola Legislativa, entre janeiro e outubro deste ano.

A Câmara também está promovendo, por meio da Escola, o programa Conhecendo a Câmara, que leva a crianças e adolescentes da rede pública de ensino informações sobre o funcionamento do Legislativo sobre o papel dos vereadores, com aulas desenvolvidas pelo Senac. No encontro foi informado aos participantes sobre o lançamento da cartilha “A Câmara e seu Funcionamento”, organizada pela Escola Legislativa, que está programado para novembro.

Quanto às ações realizadas até o momento, Hugo ressaltou que são contínuas e que, para fazer com que o trabalho da Câmara alcance ainda mais pessoas, é preciso a colaboração da imprensa. “Essa pesquisa demonstra que boa parte das pessoas não conhece e não acompanha o trabalho da Câmara. E é por isso que trouxemos essas informações a vocês, porque sabemos que a imprensa é de fato o quarto poder, ao lado do Executivo, do Legislativo e do Judiciário, e nós precisamos de vocês para continuar a levar informação de qualidade para as pessoas, para mostrar o trabalho dos vereadores, para mostrar que as pessoas precisam participar disso e são peças fundamentais”.

Por Assessoria de Imprensa – Câmara Municipal de Limeira