Home Esporte Felipão nega “apagão” por gols no fim e diz que faltou jogo...

Felipão nega “apagão” por gols no fim e diz que faltou jogo ao Palmeiras

349
0

BUENOS AIRES, ARGENTINA (UOL/FOLHAPRESS) – O técnico Luiz Felipe Scolari reconheceu que o Palmeiras jogou mal nesta quarta-feira (24), na derrota por 2 a 0 para o Boca Juniors em La Bombonera, pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores. Os dois gols do time argentino, marcados por Benedetto, aconteceram nos minutos finais do segundo tempo, mas o treinador negou que a explicação passe por uma queda de concentração alviverde. Para ele, o Boca foi melhor e faltou ao Palmeiras jogar mais.

“Não tem nada de apagão, o Boca jogou bem e tem jogadores de qualidade. Jogadores que perderam aqui por 2 a 0 na fase de classificação, mas hoje estavam diferentes daquela equipe, que tinham uma situação melhor de controle de bola. E nós, mesmo com a dificuldade que tínhamos, o Boca teve poucas chances até o gol. E a qualidade do segundo gol é fantástica. Como tomamos dois gols, não fizemos o que normalmente fazemos, vamos tentar no segundo jogo”, disse Felipão.

“Nos faltou o controle da bola, o trabalho de bola com mais tranquilidade, a bola mais jogada. Tivemos uma pressão muito grande (do Boca) que não resultou em nada no primeiro tempo, mas no segundo a equipe do Boca foi mais objetiva, colocou velocidade pelo lado, nos pressionou de tal forma que tomamos o gol. São duas equipes de boa qualidade, mas hoje o Boca foi melhor”, completou.

A derrota por 2 a 0 foi a pior sob o comando de Felipão desde o retorno do experiente treinador ao Palmeiras. Para tentar a difícil virada, ele deu a entender que pode dosar forças contra o Flamengo no final de semana, pelo Campeonato Brasileiro, mesmo sendo um confronto direto na briga pela liderança. O alviverde é o primeiro colocado da competição nacional, com quatro pontos de vantagem sobre os cariocas.

“Nós saímos daqui com esse assunto encerrado. Nós temos o jogo que vale uma possibilidade de brigarmos pela frente do Brasileiro, no sábado. Temos lesões que se acumulam, cartões, e vamos ter que administrar de tal forma para jogar contra o Flamengo, que é muito importante, e aí pensar no que vamos fazer para tentar ter a reviravolta (contra o Boca). Perdendo, já estamos. Mais do que perder não muda nada”, disse o treinador.

A partida de volta contra o Boca Juniors está marcada para a próxima quarta-feira (31), no Allianz Parque. Para avançar à final da Libertadores no tempo normal, o Palmeiras precisará vencer por três gols de diferença.