Defesa de acusado da morte da advogada Tatiane Spitzner alega inocência

Defesa de acusado da morte da advogada Tatiane Spitzner alega inocência

153
1
COMPARTILHAR

Os advogados de Luis Felipe Manvailer, acusado pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) pela morte de sua esposa, a advogada Tatiane Spitzner em julho deste ano, apresentou na sexta-feira (19) à Justiça a defesa de seu cliente. A alegação dos advogados é de inocência das acusações imputadas a ele.

Os advogados pedem que a Justiça considere improcedente a nova denúncia do MP-PR que teve como base os laudos do IML, que indicariam que Tatiane teria sido esganada antes de cair do prédio no centro de Guarapuava. Eles também questionam outras provas apresentadas nos autos, como prints de conversas de Tatiane com uma amiga. Por fim, pedem que a Justiça rejeite a denúncia do MP-PR.

Manvalier está preso desde a época do suposto crime.

Já o MP-PR informa que a denúncia contra Manvailer está embasada em provas produzidas pela investigação.

1 Comentário

Comments are closed.