Home Local Grupo estratégico de controle da dengue discute novas ações

Grupo estratégico de controle da dengue discute novas ações

335
0

Integrantes do Grupo Técnico de Controle da Dengue da Prefeitura de Limeira reuniram-se nesta segunda-feira (9), na sede da Secretaria de Educação, para discutir as próximas medidas preventivas e avaliar a situação da doença no município. Formado por representantes de todas as secretarias, do Ceprosom e do Saae, o grupo tem por objetivo atuar no controle da doença de maneira intersetorial.

 

O combate à dengue é uma das prioridades da gestão do prefeito Mario Botion, que determinou, no início de seu mandato, a intensificação de atividades preventivas. Os esforços para controlar a doença foram positivos. Nos primeiros oito meses deste ano, foram registrados 21 casos de dengue, frente a 103 ocorrências no mesmo período de 2016.

 

O diretor do Departamento de Vigilância em Saúde, Alexandre Ferrari, alertou que todos os órgãos públicos devem ficar atentos à chegada do verão e ao período de chuvas. Ele informou que nos próximos dias a prefeitura fará uma ampla capacitação, voltada a servidores que atuarão como “síndicos” das repartições municipais. “Nossa ideia é que esse funcionário fique responsável por fazer a vistoria de seu local de trabalho pelo menos uma vez por semana, para eliminar possíveis criadouros do mosquito”, frisou.

 

A Chefe de Divisão de Zoonoses, Pedrina Aparecida Rodrigues Costa, fez uma retrospectiva das principais práticas realizadas no segmento, que incluíram ações educativas e de fiscalização. No âmbito educativo, Pedrina destacou a “Semana de Mobilização Contra Dengue”, organizada no mês passado pelas escolas municipais, com passeatas, palestras e contação de histórias sobre o tema.

 

Nas ações de campo, Pedrina citou as atividades desenvolvidas pelas diversas secretarias, como coleta de entulho (Obras e Serviços Públicos), coleta de material inservível (Operação Só Cacareco), vistoria em terrenos não edificados (Divisão de Fiscalização de Posturas), limpeza de bueiros (Saae); trabalho educativo com eco coletores (Ceprosom); parceria com imobiliárias para vistoria de imóveis fechados (Divisão de Zoonoses), remoção de carros abandonados (Mobilidade Urbana), entre outros.

 

Apesar da significativa redução da dengue em Limeira, Pedrina observou que o combate ao Aedes aegypti será crescente nos próximos meses. Proprietários de imóveis com piscina e terrenos não edificados receberão notificação, por meio de carta, para manutenção desses locais.